2018 foi um ano médio de leitura.

Por um lado, leio menos livros. Minhas circunstâncias de vida mudaram, então eu não consegui alocar tantas horas para ler. São escolhas é claro, mas alguns conselhos fizeram efeito em meu ano de leitura em 2018.

Por outro lado, leio livros melhores. (Embora não tanto quanto eu li em 2017, foi um grande ano para descobrir novos “livros de impacto”). Eu terminei 8 livros em 2018, mas abaixo estão os 8 melhores livros que eu li.

Sun Tzu – A Arte da Guerra

É um manual indispensável nos dias de hoje . Sou um ex militar, assim sendo, este livro me conquistou pelo titulo e fez justiça com seu puro conteúdo. Mas não se engane, a leitura da Arte da Guerra é recomendada para todos os tipos de pessoas.

Páginas Relevantes: 25, 119, 123, 125, 126.

O Livro em Três Definições:

1. Na arte da guerra, tudo está interligado: as medidas de espaço são derivadas do terreno; as quantidades derivam das medidas; os diagramas provêm das quantidades; as comparações, dos diagramas; e as vitórias, das comparações.

2. Sendo sereno, o general não se irrita; se inescrutável, é impenetrável; se justo, não é inconveniente; se autocontrolado, não se confunde.

3. Homens espertos, talentosos e sábios são capazes de contatar o inimigo; que são íntimos do soberano e membros da nobreza. Assim, observam os movimentos do inimigo e aprendem com suas ações e planos. Depois, voltam e nos contam tudo. Agentes ativos são pessoas que podem ir e vir e fazer relatórios. Devem ser homens inteligentes, mas que pareçam estúpidos; pareçam ser fracos, mas sejam fortes de coração, ágeis, vigorosos, robustos e corajosos; bem versados em assuntos corriqueiros e capazes de suportar a fome, o frio, a sujeira e a humilhação.

Compre o Livro: A Arte da Guerra

Imprimir Kindle |

Austin Kleon – Roube Como Um Artista

Você pode ser perdoado por pensar que Austin ensina a roubar neste livro. No entanto, se pensou, está correto. Kleon realmente entrou nas principais mentes de sua época para nos trazer as 10 Dicas Sobre Criatividade. É um livro simples, bem escrito e cativante. Nenhuma abordagem difícil, é amável a facilidade como pode-se roubar qualquer artista ou profissional que é muito bom naquilo que você quer fazer. Vale apena se degustar das 196 páginas em Roube Como Um Artista.

O Livro em Três Definições:

1. Marcel Duchamp dizia: “Eu não acredito em arte. Acredito em artistas.”

Esse é um método realmente muito bom de estudo – se você tentar devorar a história da sua disciplina de uma vez só, vai engasgar.

Em vez disso, mastigue um pensador – escritor, artista, ativista, alguém exemplar – que você realmente ame. Estude tudo que há para se conhecer sobre esse pensador. Em seguida, encontre três pessoas que esse pensador amou e descubra tudo sobre elas. Repita isso quantas vezes puder. Vá subindo na árvore o mais alto possível. Uma vez montada a sua árvore, é hora de fazer brotar seu próprio galho.

2. “à escola, eu sempre estudava.” – RZA

Dê um Google em tudo. Mesmo. Dê um Google nos seus sonhos, nos seus problemas. Não faça uma pergunta antes de você dar um Google nela. Você vai encontrar a resposta ou vai acabar esbarrando numa pergunta melhor.

3. Leia sempre. Vá à biblioteca. Há magia em estar rodeado de livros. Perca-se pelas estantes. Leia bibliografias. O negócio não é o livro com o qual você começa, mas o livro ao qual aquele livro te levará.

Páginas Relevantes: 29,33,35,38,42,45,60,62,63,68,76,77,78,79,94,108,138,142,164,173.

Referências de Austin:  

William Ralph Inge, Jonathan Lethen, David, Bowie, T.S. Eliot, Pablo Picasso, André Gide, Goethe, Jay-Z, Jim Jarmusch, Marcel Duchamp, RZA, John Waters, David Hockney, Arthur Russell, Mark Twain, William Shakespeare, Glenn O’brien, Patti Smith, Robert Map-plethorpe, Yohji Yamamoto, Salvador Dali, Nick Lowe, Wilson Mizner, Gary Panter, Francis Ford Coppola, Kobe Bryant, Conan O’Bryen, Johnny Carson, David Letterman, Jack Benny, Brian Eno, Bradford Cox, John Cleese, Lynda Barry, Stanley Dowwood, Edward Tufte, Kay Ryan, Brian Kiteley, Tom Gauld, Jessica Hische, Maira Kalman, Steven Tomlinson, Steve Jobs, Steven Pressfield, Bob Ross, Martha Stewart, Maureen McHUGH, Howard Aiken, Franz Kafka, Jonah Lehrer, Kurt Vonnegut, Questlove, Harold Ramis, Bill Murray, Henry Rollins, Andre Torrez, Hugh MacLeod, Craig Damrauer, Gustave Flaubert, Patti Smith, Neil Young, Bill Cunningham, Philip Larkin, Jerry Seinfeld, Nicholson Baker, Tom Waits, Dr. Seuss, Jack White, Saul Steinberg, Lynda Barry, Emberley, Hugh MacLeod, John T. Unger, Jessica Hagy,
Kirby Ferguson, Maureen McHugh, Richard Nash, David Shields, Jonathan Lethem, Chris Glass, wireandtwine.com

Compre o Livro: Roube Como Um Artista

Imprimir Kindle |

Tradução. João Ferreira de Almeida – Bíblia Sagrada – O velho e o novo testamento

Todos conhecem a minha meta diária, ler dois capítulos da Bíblia . Embora tenha sido uma leitura difícil do livro completo em 30 dias. Separei os livros que me chamaram mais a atenção, sendo um deles o Apocalipse; leio todos os dias; segundo ao meu bloco de notas estou indo para o vigésimo primeiro mês (fora os dias não registrados, mas é o clima, é claro) por outro lado estou indo para o décimo quinto mês em Provérbios.

Compre o Livro: Bíblia Sagrada

Imprimir Kindle |

Arthur Schopenhauer – A Arte de Escrever

É um livro obrigatório para escritores. Você sabe, sou um amante de histórias. No entanto, devorei este livro em 7 dias.

Páginas Relevantes: 20

O Livro em Três Definições:

1. Esse livro tem uma característica importante, na minha opinião, sendo que o titulo é “a arte de escrever”, ele tem o efeito de cativar ou curar o interior do leitor a partir da página 10, como um ventilador de sua memória, é uma proposta ideal para instruir aquele que quer saber a instrução.

2. Quem pensa por si mesmo só chega a conhecer as autoridades que comprovam suas opiniões caso elas sirvam apenas para fortalecer seu pensamento próprio, enquanto o filósofo que tira suas idéias dos livros, por sua vez, tem essas autoridades como ponto de partida. Com o conjunto das opiniões alheias que leu, ele constrói um todo, que se assemelha então a um autômato constituído com matéria alheia. A construção de quem pensa por si mesmo é, em contrapartida, como a criação de um ser humano vivo. Pois ela foi gerada à medida que o mundo exterior fecundava o espírito pensante, que depois procriou, dando à luz o pensamento.

3. Há três tipos de autores: em primeiro lugar, aqueles que escrevem sem pensar. Escrevem a partir da memória, de reminiscências, ou diretamente a partir de livros alheios. Essa classe é a mais numerosa. Em segundo lugar, há os que pensam enquanto escrevem. Eles pensam justamente para escrever. São bastante numerosos. Em terceiro lugar, há os que pensaram antes de se pôr a escrever. Escrevem apenas porque pensaram. São raros.

Compre o Livro: A Arte de Escrever

Imprimir Kindle |

Paulo Coelho – O Alquimista

A leitura deste livro partiu da curiosidade dos seguintes livros: O Tesouro das Citações por Jim Rohn, Tao Te Ching por Lao Tsé, e, Manual do Guerreiro da Luz por Paulo Coelho. Não fui decepcionado, é mais uma leitura agradável. No entanto, não é uma leitura cativante. Fui muito cético na leitura do Alquimista, tenho de dizer que gostei mais do livro Manual do Guerreiro da Luz.

Mestre de Paulo Coelho: RAM

Referências de Paulo: Carl Jung, Ernest Hemingway, Blake, Borges, Malba Tahan

Compre o Livro: O Alquimista

Imprimir Kindle |

Benjamin Graham – O Investidor Inteligente

Inteligentemente escrito, leitura indispensável.

Sou um investidor, e ler este livro me fez pensar sobre as seguintes habilidades: autocontrole, paciência e intuição. Dominar essas faculdades da mente é essencial para as melhores escolhas no mercado financeiro.

Atenção aos Capítulos: 8 e 20

Paginas relevante: 124, 258, 317 (autoconhecimento) . 318, 319, 320, 321), 350.

Recomendações de Graham:

Três livros sólidos e cheios de exemplos atuais e específicos são o Financial Statement Analysis [Análise de balanços financeiros], de Martin Fridson e Fernando Alvarez, The Financial Numbers Game [O jogo de números das finanças], de Charles Mulford e Eugene Comiskey, e Financial Shenanigans [Malandragens financeiras], de Howard Schilit.

Compre o Livro: O Investidor Inteligente

Imprimir Kindle |

Paulo Coelho – Manual do Guerreiro da Luz

“Um escritor, é pai duas vezes” – Alan Maiccon

Em minha segunda leitura do livro Manual do Guerreiro da Luz; não menos cativante do que a primeira; continuo sendo surpreendido com os tesouros deste livro. Como dito na frase acima, este foi o livro-filho do autor para com o mundo em seu vigor máximo. Daqui 100 anos terá um leitor dizendo que reencontrou-se consigo mesmo ao ler este breve manual.

Páginas interessantes: 6, 29.

Páginas Relevantes: Todas

Referências de Paulo: Lao Tzu, Mahatma Gandhi, Chuan Tzu, Nachman de Bratzlav, Chico Xavier, John Bunyan, T.H. Huxley, Herrigel, Lanza del Vasto, Moauiy at, Omr Ben Al-Aas

Escrevi um Resumo completo do Livro, basta acessar o link abaixo para conferir:

http://www.alanmaiccon.com.br/manual-do-guerreiro-da-luz-resumo-do-livro/

Compre o Livro: Manual do Guerreiro da Luz

Imprimir Kindle |

Bruce Lee- O Tao do Jeet Kune Do

A leitura do Tao do Jeet Kune Do; surgiu da curiosidade dos seguintes livros: A Arte da Guerra por Sun Tzu, Tao Te Ching por Lao Tsé, Arnold Schwarzenegger – A Inacreditável História da minha vida. Embora, seja um fã das artes marciais. Cada pensamento do livro é como um tesouro sendo descoberto de armário cheio de poeiras. No entanto, aqui está meu breve resumo sobre O Tao do Jeet Kune Do:

Nosso caminho se faz por nossas escolhas, não a reagimos quando o curso de nossas decisões retorna ao seu real ponto de partida. Dominar as nossas vontades; e não ser controlados pelo curso. Não estar ansioso; quando estiver parado; Medite. Domine a vontade em movimento; Respire profundamente. Na vida, perde aquele que deixa seu adversário dominar suas vontades; quando não a reconhecemos, tomamos nota. Se nos confrontarem meditando; nenhum deles estará vivo para contar história. Ha não ser aquele que em movimento; em plena respiração profunda. Deixe-se percorrer por suas escolhas. Controlar-se, Conhecer-te. Expor.

Definição do Livro:

Aborde o Jeet Kune Do com a ideia de dominar a vontade. Não pense em ganhar ou perder, não pense em orgulho ou dor. Deixe seu adversário arranhar sua pele e acerte os músculos dele. Deixe o acertar seus músculos e frature os ossos dele. Deixe-o fraturar seus ossos e tira a vida dele! Não se preocupe em escapar de forma segura. Exponha sua vida a ele!

Pagina relevante: 13, 77, 78, 218

Palavras poderosas: consciência flexível.

Referências de Bruce: Krishnamurti

Compre o Livro: O Tao do Jeet Kune Do

Imprimir Kindle |

Conclusão

E é isso! Se você gostou desta página, recomendo a leitura de minhas outras melhores listas de livros para 2017 . E se você está procurando referências concisas sobre mim, leia mais sobre o meu livro.


Baixar Meu Guia de Leitura


A melhor maneira de me conhecer é ler meus livros.


Posts mais recentes


📩Obtenha inspiração e educação entregues em sua caixa de entrada: inscreva-se agora

Print Friendly, PDF & Email