Tempo: É a única coisa que continua rolando, não importa o que fazemos. E se pudéssemos escolher um poder de super-heróis, muitos de nós provavelmente escolheriam congelá-lo, apenas para que pudéssemos comprar-nos mais alguns minutos, horas ou mesmo dias para fazer algo. É um dos presentes mais preciosos da vida, sem dúvida. Por que, então, fazemos muitos de nós gastar o tempo de forma ineficiente ou até mesmo dar o nosso tempo de forma tão disposta?


Quando você descobrir as maneiras bobas em que a maioria de nós desperdiçar nossos momentos limitados, preciosos, você pode repensar alguns dos seus hábitos de desperdício de tempo. Momentos estúpidos somam. Mas e se você começou a tomar nota de como você gastou seu tempo, e fez alguns pequenos ajustes?

Leve o tempo que passa assistindo televisão. E se você diminuiu isso em apenas 10%? Para a pessoa média, isso é cerca de 100 horas mais que ele ou ela poderia dedicar a perseguir metas, dando prioridades ou fazer memórias com os entes queridos. Ou que sobre o tempo gastado em um carro, fazendo recados ou fazendo seu planejamento da manhã? E se você gastou esse tempo alimentando sua mente com podcasts, áudio-livros e conversas poderosas?

A gerência de tempo não é apenas a habilidade de realizar eficazmente seus objetivos planeando e controlando como você gasta as horas em seu dia. A gestão do tempo vai muito mais longe, pois fala de uma fonte mais fundamental de potencial interior. É uma maneira de transformar a maneira como você pensa para que você possa consistente e sustentável usar o tempo que você tem para criar o que realmente importa para você.

Com isso dito, comece também a tomar nota de como você dá o seu tempo para outros. Enquanto todos nós queremos ser útil, às vezes cabe a todos se você dizer “não” em vez disso. Porque você não pode sempre dar ao luxo de assumir as tarefas de outra pessoa. E não servirá aos outros se você não puder ser seu melhor eu para eles.

Você sabe quando você entra em um avião, a primeira coisa que eles dizem para você é: “Se nos depararmos com problemas e perdemos oxigênio, essas máscaras vão cair.” O que é a primeira coisa que eles dizem para você fazer – colocar o Máscara em seu filho? Não. Eles dizem para você colocar em si mesmo primeiro. Soa como uma aproximação egoísta – seu miúdo que ofega para a respiração, “oh, deixou-me começar algum ar.” Mas a razão é, se você não tiver o oxigênio ao tentar dar a alguma outra pessoa, você está indo passar Fora. Você não pode ajudar ninguém se você não ajudar a si mesmo. Não é egoísta. É realmente a coisa menos egoísta que você pode fazer.

Certifique-se de que você é o seu melhor auto primeiro, então você pode aparecer para os outros e fornecer o máximo valor possível.

Agora, isso não significa que “tempo livre” é “tempo perdido”. Na verdade, seu tempo livre pode ser tão valioso quanto o tempo gasto em produtividade. O tempo que você gasta para descansar e cuidar de si mesmo, o tempo que você gasta com seu parceiro, ou com seus filhos – isso produz valor real e tangível. Em essência, você está fortalecendo seu relacionamento com você mesmo e com seus entes queridos. E se isso é importante para você, então vale a pena dedicar tempo para isso.

Ao tornar-se mais consciente de como você gasta seu tempo, você está fazendo pequenas mudanças que, em última análise, transformar a maneira como você pensa de modo que você pode consistente e sustentável usar o tempo que você tem que criar o que realmente importa para você. Ao longo do tempo, essas práticas irão ajudá-lo a recuperar um sentimento de certeza de que você está no controle direto de todos os aspectos de sua vida. Você aprenderá a ser mais assertivo e auto-disciplinado. Você vai ajudar a aliviar uma quantidade significativa de estresse como você delegar e aprender a dizer “não” para os outros. E você vai encontrar mais oportunidades para criar um poderoso sentido de propósito, unidade e realização a cada dia.

Fonte: Team Tony

Tradução: Equipe Alan Maiccon

A Equipe Alan Maiccon conta com a colaboração valorosa de pessoas estudiosas e dedicadas á orientação e treinamento de pessoas, provêm compartilhar historias reais com ética mostrar ao maior número o melhor lado positivo da vida que ajuda alcançar o melhor poder de seres humanos.

Avalie esta postagem
Print Friendly, PDF & Email

Alan Maiccon nasceu em Campinas, São Paulo, em 26 de outubro de 1994. Começou sua carreira de escritor aos 22 anos. Freqüentou o Ensino José Maria Matosinho e serviu no exército brasileiro durante o período 2013 – 2014. Começando uma longa carreira no mundo empresarial, fundou a Escola do Legado, e publicou a primeira obra Mudança Sem Pressão. Em 2016, lançou o primeiro de uma série de panfletos sobre autoajuda e desenvolvimento pessoal, usando linguagens de comunicação reiteradas na Programação Neurolinguística (PNL) para ilustrar suas lições. Tais livros são distribuídos em grandes editoras, empresas como Clube de Autores e Amazon, e tornaram-se familiares a milhões de pessoas, o mais famoso sendo – o Poder do legado, do titulo ao conteúdo tornou-se um clássico moderno entre os livros de auto-ajuda.